sábado, julho 22, 2006



No mais profundo silêncio, contemplas o azul do céu. Acto humilde de rezar, ou apenas a forma mais solene de prestares homenagem ao teu Criador!? Quem há-de saber rio...quem há-de saber!...

Sem comentários: