domingo, julho 23, 2006


Ninguém pode travar o teu destino, ninguém, nem mesmo estes medonhos fraguedos onde cegonhas negras te namoram...

Sem comentários: