sábado, julho 22, 2006





Há vinho Fino Generoso e do Porto, a escorrer mustoso destes montes até ao Douro...

Fino, por condição e aspecto; generoso, pelo compensar do brutal esforço do homem no seu cultivo e do Porto por amor...só por amor. Sempre único, sempre inimitável...

Sem comentários: