sábado, julho 22, 2006

Dorme rio dos meus sonhos que eu velo por ti.




Ainda dorme, silêncio! Sonha com Ninfas com divindades estranhas que lhe povoam as margens.Dão-lhe uma carícia, beijam-no muito, para logo desaparecer ou transformar, neste mundo do irreal e do fantástico...

Sem comentários: